Anestesista teria estuprado outras mulheres no mesmo dia

COMPARTILHE
Por: Correio 24 Horas  Data: 12/07/2022 às 11:55
Fonte de Imagem: Reprodução

Possíveis vítimas do anestesista Giovanni Quintella Bezerra, preso na madrugada desta segunda-feira (11), compareceram no início da manhã desta terça-feira (12) à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, na cidade de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. As três mulheres compareceram ao local com os bebês no colo.

De acordo com o G1, a polícia pretende ouvir, também, um médico e um técnico de enfermagem do Hospital da Mulher. Foi confirmado para às 13h desta terça (12), a audiência de custódia do médico. Além disso, haverá a investigação de um possível abuso em outras duas pacientes que foram submetidas a cirurgias no mesmo plantão do anestesista, segundo o UOL. 

O caso
A situação só chegou ao extremo depois que a equipe médica que estava em outros procedimentos, desconfiaram do comportamento de Giovanni. A sedação em altas doses nas pacientes, além de uma cabana improvisada para ocultar a visão do rosto das mulheres, fizeram com que os enfermeiros gravassem o procedimento. 

Nas imagens, é possível observar o anestesista introduzindo o pênis na boca da paciente completamente dopada com as doses. Após o vídeo ser entregue às autoridades, os funcionários informaram que um dos colegas que estava no plantão, recolheu os frascos de anestésicos que foram usados na paciente durante a cesariana, além das gazes que Giovanni usou para limpar a boca da gestante.