Alagoas tem mais de 34 mil curados do Coronavírus

COMPARTILHE
Por: Ascom SESAU/AL  Data: 08/07/2020 às 18:03
Fonte de Imagem: Reprodução

O Boletim Epidemiológico desta quarta-feira (08) confirma mais 798 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 42.322 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 6.616 estão em isolamento domiciliar e 182 internados em leitos públicos e privados. Outros 34.309 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 2.028 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais 21 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 1.213 óbitos por Covid-19.

Mais 21 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus. Três vítimas residiam em Maceió, sendo uma mulher e dois homens. A mulher, de 76 anos era cardiopata e faleceu no Hospital Arthur Ramos; o homem tinha 65 anos, era hipertenso e faleceu no HGE; e o homem de 55 anos, não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE.

A Covid-19 vitimou mais 18 pessoas que moravam no interior do Estado, sendo 14 homens e quatro mulheres. O homem de 69 anos, de Limoeiro de Anadia, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Chama; o homem de 63 anos, de São Sebastião, era hipertenso e faleceu no Hospital Chama; o homem de 74 anos, de Teotônio Vilela, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Daniel Houly; o homem de 68 anos, da Barra de Santo Antônio, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Humanité; o homem de 75 anos, de Roteiro, era diabético e faleceu no Hospital Humanité; o homem de 83 anos, de União dos Palmares, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Humanité; o homem de 66 anos de Maragogi, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Metropolitano; o homem de 63 anos, de Atalaia, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Veredas; o homem de 57 anos, de Paulo Jacinto, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Daniel Houly; o homem de 65 anos, de Matriz do Camaragibe, tinha doença cardiovascular e faleceu no Hospital Metropolitano; o homem de 55 anos, de Cajueiro, não tinha registro de comorbidades e faleceu na Santa Casa de Maceió; o homem de 81 anos, de Colônia Leopoldina, era hipertenso e faleceu na Santa Casa de Maceió; o homem de 76 anos, de Arapiraca, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Daniel Houly; e o homem de 71 anos, de Boca da Mata, era diabético e faleceu no HGE.

Em relação aos óbitos do sexo feminino, a mulher de 82 anos, de Maribondo, era diabética e faleceu no Hospital da Mulher; a mulher de 80 anos, de Rio Largo, era cardiopata e faleceu no HGE; a mulher de 58 anos, de São José da Laje, era diabética e faleceu no HGE; e a mulher de 53 anos, de Marechal Deodoro, era diabética e faleceu no Hospital Metropolitano.