Alagoas registra mais 22 mortes por Covid-19, 11 são do interior

Alagoas tem 147.459 casos da Covid-19 e 3.338 óbitos

COMPARTILHE
Por: Com Agência Alagoas  Data: 22/03/2021 às 09:32
Fonte de Imagem: Reprodução
Alagoas tem 147.459 casos da Covid-19 e 3.338 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou, neste domingo (21), mais 1.063 novos casos de Covid-19 em Alagoas. O estado tem um total de 147.459 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 4.078 estão em isolamento domiciliar. 139.256 pacientes finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e estão recuperados da doença.

Há 15.127 casos em investigação laboratorial. Foram registradas 22 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 3.338 óbitos por Covid-19.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link  e baixar os dados da Covid-19.  

Óbitos – No boletim de domingo foram confirmadas 11 vítimas na capital e 11 do interior. As vítimas de Maceió eram sete homens de 53, 54, 63, 64, 71, 73 e 75 anos e quatro mulheres de 67, 68, 70 e 73 anos.

O homem de 53 era diabético, tinha pé diabético, úlcera sacral e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), o de 54 não tinha comorbidades e também morreu no HGE, o de 63 anos era hipertenso, diabético e morreu no HGE, o de 64 anos era hipertenso e morreu no Hospital da Mulher (HM), o de 71 anos tinha doença cardiovascular, doença renal crônica e morreu no Hospital Veredas, o 73 anos era diabético, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), o homem de 75 anos era hipertenso, tinha insuficiência renal crônica não dialítica e morreu no Hospital da Mulher, a mulher de 67 anos era hipertensa e morreu no HM, a de 68 anos era diabética e morreu no Hospital Veredas, a de 70 anos tinha pneumopatia e  morreu também no Veredas, a de de 73 anos era diabética e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas.

As 11 vítimas que residiam no interior eram oito homens de 36, 47, 54, 58, 64, 73, 77 e 82 anos 62, 78 e 84 anos. O homem de 36 anos, morava em Murici, não tinha comorbidades e morreu em seu domicílio; o de 47 anos, era de Arapiraca, ex-tabagista e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o de 54 anos era de Rio Largo, tinha doença respiratória crônica e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), o de 58 anos, residia em União dos Palmares, era diabético e morreu no Hospital Escola Drº Helvio Auto (HEHA), o de 64 anos, residia em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no HEA, o de 73 anos, era de Boca da Mata, tinha diabetes, doença cardiovascular e morreu no HGE, o homem de 77 anos, morava em Major Izidoro, tinha cardiopatia e morreu no Hospital Regional de Arapiraca; o de 82 anos era de Rio Largo, tinha Parkinson e morreu no Hospital Ib Gatto Falcão, a mulher de 62 anos, era de Major Izidoro, não tinha comorbidades e morreu no HEA, a de 78 anos era de Major Izidoro, tinha hipertensão, diabetes e morreu no HGE, a de 84 anos era de Marechal Deodoro, tinha doença cardiovascular crônica, doença neurológica crônica e morreu no Hospital da Medradius, em Maceió.