Agentes são obrigados executar animais na lama de Brumadinho

COMPARTILHE
Por: Array / Noticias ao Minuto  Data: 29/01/2019 às 10:25
Fonte de Imagem: Reuters/Adriano Machado

Helicópteros faziam voos rasantes em área devastada do Córrego do Feijão

Ao menos um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal teve a missão de executar, com tiros, animais ilhados, presos na lama ou feridos em Brumadinho, na segunda-feira, dia 28.

A aeronave fazia voos rasantes em uma área devastada do Córrego do Feijão, numa região isolada e mais próxima da barragem de rejeitos. Um agente armado com fuzil mirava, de dentro do helicóptero, locais onde enxergava animais na lama e disparava contra eles.

Foram mais de 20 disparos, até o que o helicóptero partiu. O sacrifício dos animais ocorreu numa área próxima do local onde mais de 20 brigadistas tentavam abrir um ônibus coberto pela lama, com vítimas dentro. Há muitos bois ilhados ao longo de todo o trecho da cidade que foi varrido pelo barro. Outros estão, ou estavam, com parte do corpo presos na lama.