Acusado de operar para Renan Calheiros emitiu R$ 6,4 milhões em notas frias para a Precisa, segundo a Receita

COMPARTILHE
Por: Valor Economico  Data: 01/10/2021 às 06:10
Fonte de Imagem: Reprodução

Apontado pela Polícia Federal (PF) como suposto operador financeiro do senador Renan Calheiros (MDB-AL), Milton Lyra emitiu R$ 6,4 milhões em notas fiscais frias para a Precisa Medicamentos e outras empresas, segundo a Receita Federal.

A informação consta da Operação Acurácia, deflagrada nesta quinta-feira (30). A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Precisa e da Global Saúde, em Barueri (SP)