Acusado de matar dono de bar em Arapiraca é condenado a mais de 15 anos

COMPARTILHE
Por: TJ Alagoas  Data: 05/04/2022 às 11:19
Fonte de Imagem: TJ/AL

O Tribunal do Júri da 8ª Vara Criminal de Arapiraca condenou o réu José Carlos Carlota da Silva a 15 anos e 10 meses de prisão, em regime inicial fechado, por matar Francisco Alves Sirino, em 2007. O julgamento ocorreu nesta segunda (04), e foi conduzido pelo juiz Helestron Silva da Costa, no Fórum Estadual de Arapiraca.

O crime ocorreu no dia 31 de março de 2007, no bairro Senador Nilo Coelho, no município de Arapiraca. De acordo com os autos, o réu estava no bar Pôr do Sol ingerindo bebida alcoólica e jogando sinuca com um outro homem, quando se desentenderam e começaram a discutir. Com o intuito de evitar mais confusão, o dono do bar recolheu as bolas da mesa de sinuca, informando que o jogo acabou.

Insatisfeito com o fim abrupto da partida, José Carlos entrou numa breve discussão com Francisco. Após a discussão, o réu foi até sua residência, se armou, retornou ao bar e efetuou vários disparos de arma de fogo contra a vítima.

O juiz destacou os elementos que apontam para uma conduta social negativa do réu e as circunstâncias do crime.“Segundo suas próprias afirmações, o réu costumava portar arma sem autorização legal, demonstrando que é capaz de utilizá-la para fazer valer seus interesses. O réu agiu de modo que dificultou a defesa da vítima, atingindo-a pelas costas”, reiterou o magistrado.

A decisão ainda afirma que o comportamento da vítima contribuiu para o delito, uma vez que o homicídio foi praticado logo após discussão e ameaça de agressão praticada por Francisco. O réu não poderá recorrer em liberdade.