Ação conjunta do MP, SSP e Seprev localiza adolescente alagoana em Brasília

COMPARTILHE
Por: Ascom MP/AL  Data: 24/02/2022 às 16:04
Fonte de Imagem: Reprodução

Um trabalho de muito empenho, feito com muita responsabilidade em busca de salvar vidas e devolver a paz às famílias alagoanas. O Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID/AL), do Ministério Público de Alagoas, com apoio das secretarias estaduais de Segurança Pública (SSP) e de Prevenção à Violência (Seprev) conseguiu localizar, em Brasília/DF, a menor Yasmin Menezes da Silva, de 16 anos, que havia desaparecido do bairro Santa Lúcia, em Maceió, no dia 9 de fevereiro de 2022.

Após o envolvimento de uma equipe técnica com participação da Polícia Civil, nessa terça-feira (22), a promotora de Justiça Marluce Falcão, coordenadora do programa, recebeu a informação de que a menor poderia estar abrigada em um endereço no Distrito Federal.

“Assim que tomamos conhecimento do fato entramos em ação e mobilizamos as forças de segurança, a Secretaria de Prevenção e juntos iniciamos as buscas. Em Brasília contamos com a parceria do Plid/MPDF, sob coordenação da promotora de Justiça Mariana Nunes, e conseguimos lograr êxito , tendo um resultado que sempre esperamos que é o de encontrar a pessoa com vida. A adolescente está abrigada numa residência, mas já está sendo agilizado o traslado para retorno à família. O Plid é um trabalho gratificante, onde procuramos salvar vidas a muitas mãos”, afirma a promotora Marluce Falcão.

A adolescente e a família deverão passar por acompanhamento psicológico. Todo processo foi acompanhado pelo Conselho Tutelar de Samambaia Norte que ficou responsável pela proteção temporária da criança e por manter contato com seus familiares. A vinda de Yasmin para Alagoas acontecerá por meio do Centro de Referência e Atendimento às Crianças e aos Adolescentes (CRAD), da Seprev.

“É mais um caso elucidado, isso nos dá a convicção de que o trabalho do Plid é muito importante e precisamos que a sociedade acredite e nos procure em casos de desaparecimento dos seus familiares. Temos em nossos relatórios muitos casos solucionados e que nos encorajam mais ainda nessa grande missão. Gostaria de agradecer o apoio do secretário de segurança Alfredo Gaspar, da Polícia Civil, e também do Dr. Diogo Nilo Miranda Borda, atual diretor do IML de Maceió e designado autoridade central da política pública de desaparecidos no estado de Alagoas. Unidos poderemos atender com mais eficácia os alagoanos.

Sinalid/CNMP
O Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid) foi a partir de projeto premiado pelo Conselho Nacional do Ministério Público – CNMP no ano de 2010, o qual surgiu com o intuito de suprir uma lacuna histórica no Brasil com relação ao enfrentamento do desaparecimento de pessoas. A ausência de um sistema nacional e integrado de informações. Ele é um programa criado pelo Ministério Público brasileiro para fomentar a articulação de vários órgãos e agentes públicos em torno de uma política nacional de descoberta de paradeiros.

Integrado pela Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF) e por milhares de usuários do Ministério Público, da segurança pública, da assistência social, da saúde e de organizações não governamentais, até junho de 2020 o sistema já atuou com êxito em 10.082 casos de desaparecimento (com a localização efetiva da pessoa declarada desaparecida ou com a constatação de sua localização pelos familiares, após o registro do seu desaparecimento no sistema).

PLID
Em Alagoas, o Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) instituiu o Programa de Localização de Desaparecidos (PLID) em adesão ao SINALID/CNMP.

O Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos – PLID/ AL envolve diretamente as Procuradorias, Promotorias de Justiça e o Centro de Apoio Operacional do Ministério Público de Alagoas, através dos Núcleos de Defesa dos Direitos Humanos e da Infância e Juventude e, também, os seguintes órgãos e entidades: Secretaria de Estado da Segurança Pública, por meio da Polícia Judiciária e Perícia Oficial do Estado de Alagoas, as Secretarias de Estado de Prevenção à Violência – SEPREV e Secretaria de Estado da Mulher e Direitos Humanos, Secretarias de Estado e Municipais da Saúde e Assistência Social e entidades não governamentais de abrigamento.

Em caso de desaparecimento, o cidadão pode entrar em contato pelos números: (82) 99182-0121 e 2122-5220.