6ª DRP prende assaltante que levou armas de vigilantes de usina em São Miguel dos Campos

COMPARTILHE
Por: Array / AlagoasWeb com informações da PC/AL  Data: 22/11/2019 às 10:15
Fonte de Imagem: 6ª DRP

Outros dois envolvidos nos crimes estão foragidos

Agentes da 6ª Delegacia Regional de São Miguel dos Campos, sob a coordenação do delegado João Marcello, prenderam nesta quinta-feira, dia 21, Pedro Alves Santos Neto, vulgo ‘Peu’, de 23 anos, acusado de participação em assaltos a vigilantes da Usina Caeté.

Reveja: Delegado João Marcello divulga imagens de assaltos ocorridos em São Miguel dos Campos

Segundo esclarecimentos do delegado, o homem estava escondido na casa familiares, no bairro Nossa Senhora de Fátima, na parte alta da cidade. ‘Peu’ foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiça, a pedido do delegado, após as investigações.

Com o acusado, a polícia apreendeu um revólver calibre 38, a arma, com cinco munições, foi roubada do vigilante da usina, em serviço.

“Nas imagens divulgadas, ‘Peu’ é o indivíduo de capacete amarelo, que estava na garupa da moto e anuncia o assalto, usando de violência e ameaças contra o trabalhador”, esclareceu o delegado a reportagem do AlagoasWeb.

Pedro Alves, ainda segundo informações do delegado, raspou a numeração da arma e, além do roubo qualificado, também responderá por porte ilegal de arma de fogo com numeração suprimida.

O homem já tem passagem pela polícia por roubo, crime ocorrido em 2016, quando ficou oito meses preso no sistema penitenciário. ‘Peu’ permanece preso à disposição da Justiça na carceragem da 6ª DRP.

O segundo envolvido no crime, Alex Jonathan da Silva Pereira, o ‘Coala’, de 25 anos, que pilotava a moto no primeiro roubo (e está usando um capacete vermelho no dia seguinte), além de Clederson dos Santos de Oliveira, o ‘Cledinho’, 23 anos, que aparece nas filmagens do segundo dia com boné, permanecem foragidos.

‘Cledinho’ também já responde a Justiça por tráfico de drogas, ele foi preso por três vezes, mas ganhou liberdade em abril deste ano.

O delegado pede que a população continue contribuindo com o trabalho da polícia, denunciado criminosos. “Se alguém tem informações sobre o paradeiro de ‘Coala’ e ‘Cledinho’, denuncie, ligue para do Disk Denúncia 181”, encerrou.